BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

UM POUCO DA HISTÓRIA DA CERVAL

Em 1968, o político potiguar de Mossoró Dix-zuit Rosado (autor da famosa frase "quem não faz um pouco mais pela sua terra não poderá fazer nada pela terra de ninguém"), era o presidente do Instituto Nacional de Desenvolvimento Agrário (INDA), atual INCRA. Dix-zuit naquela época já tinha ligações de amizades com o povo assuense. Logo que se formou em mediciana foi clinicar na cidade de Assu. Tempos depois as ligações foram se estreitando através da política com Edgard Montenegro que apoiava seu irmão Vingt Rosada para deputado federal. O jornalista e obstinado Osvaldo Amorim (o gigante do Vale) era um dos admiradores de Dix-suit que desejava realizar um sonho dos agricultores do Vale do Assu, conseguindo como presidente daquele instituto, em convênio com a Companhia de Eletrifica Rural do Nordeste (CERNE) através do seu diretor Cel. Mena Barreto, a eletrificação do Vale do Assu. Fundaram-se então a 16 de março de 1968, uma cooperativa que veio a ser denominada Cooperativa de Eletrificação Rural do Vale do Assu Ltda (CERVAL), com apenas 74 associados. Foi a primeira comperativa de eletrificação do Rio grande do Norte.
As reuniãos preparátórias foram realizadas no Clube Municipal (altos da prefeitura) do Assu com a coodenação da prefeita Maria Olímpia Neves de Oliveira, além do agrônomo Nelson Borges Montenegro e os agroecuaristas José Diogenes de Paiva, Joacy Fonseca, Francisco Soares de Macedo, Pedro Borges de Andrade, Solon Wanderley, Miro Cobe e Walter de Sá Leitão. Aquela comissão ficaram responsável para organizar a cooperativa e integralizar o capital. O que demorou a se conseguir a quantia para integralização do capital necessário, teve então a influência com seu espítito cooperativista de Edmilson Caldas que naquela época dirigia a Cooperativa Banco Rural,daquela terra assuense, conseguindo através daquela casa bancária rural, o valor que era preciso para a concretização daquele sonho dos varzeanos de eletrificar suas terras. Do contrário ela, a CERVAL, teria ficado apenas no papel. (AHistória do Assu é precisa ser resgatada, porém é preciso reparar as omissões.)
Dix-zuit-Rosado compareceu e presidiu a Assembléia de Constituição com a presença dos seus sócios fundadores como Nelson Borges Montenegro (o 1. presidenten daquela cooperativa) Majó Manoel de Melo Montenegro, Firmino Justino da Fé, Ezequiel Epaminondas da Fonseca Filho, Victor Fonsêca, José Wanderley de Sá Leitão, Edgard Borges Montenegro, José Araújo Filho, José Nazareno Tavares, Osvaldo de Oliveira Amorim, Ricarte Legítimo Barbosa, José Constantino de Souza, João Cobe, dentre outros.
Entre as autoridades presentes aquele ato de fundação da CERVAL, além do Dix-zuir, compareceram os senhores Estélio Ferreira (Delegado do Ministério da Agricultura (RN), Wander Said (Diretor da Escola Superior de Agricultura de Mossoró, Prefeita do Assu Maria Olímpia Neves de Oliveira, Juiz de Direito João Meira Lima, Gerente do Banco do Brasil Abelardo Pires Maia, presidente da Cooperativa Banco Rural do Assu Francisco Augusto Caldas de Amorim, agrônomo e presidente da Comissão de Desenvolvimento do Vale do Assu (CODEVA) Edgard Borges Montenegro, representante do MEC Waldemar Raul Furolla, representante da Companhia de Eletrificação Rural do Nordeste (CERNE) Abner Waldivino de Araújo, secretário de agricultura e representante naquela ocasião do governo do Estado (Walfredo Gurgel) Cássio Medeiros, prefeito de Ipanguaçu, Carnaubais e Pendências Nelson Borges, Montenegro, Waldemar Campielo e Ivo Queiroz, respectivamente, Diretor da ANCAR-RN Fernando Barros e o gerente do Banco do Nordeste, de Natal, Antonio Tavares.
A CERVAL funcionaou primeiramente no térreo do sobrado da família Caldas e Amorim (fotografia acima), e foi seu primeiro presidente Nelson Borges Montenegro que tinha como vice Joaquim Carvalho e José Diogenes Paiva como secretário. Deram sequência a presidiram aquela cooperativa os senhores Miro Cobe, Lourinaldo Francimari da Fonseca Soares, Edmilson Lins Caldas, José Maria Macedo Medeiros e novamente Lourinaldo Francimari da Fonseca Soares (atual).
Fica mais um registro importante para os estudiosos das coisas e da História do Assu.
FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS
http://blogdofernandocaldas.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES  NEWS
O RN PASSA POR AQUI - A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DO RIO GRANDE DO NORTE, COM 20 BLOGS E 1780 LINS, CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR

STPM JOTA MARIA

STPM JOTA MARIA
HONESTIDADE, HUMILDADE E SINCERIDADE

Quem sou eu

Minha foto
SOU O STRR PMRN JOTA MARIA, NASCIDO NA CIDADE DE MOSSORÓ-RN.AQUI OS OESTANOS VÃO CONHECER A HISTÓRIA DOS MUNICÍPIOS DA MESORREGIÃO . OESTE POTIGUAR. TENHO O MAIOR ORGULHO DE SER MOSSOROENSE E OESTANO DO RIO GRANDE DO NORTE. SOU SOU TORCEDOR DO BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ E INTERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE

BLOGS OESTE POTIGUAR

ASSU-RN

http://img11.imageshack.us/img11/4766/assurn.gif

Minha lista de blogs