BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

PRICIPAIS ATRAÇÕES DE ASSU

Prédio da Igreja Matriz: É o mais imponente da cidade. Não é um templo rico, mas nem por isso deixa de inspirar confiança e fé no assuense e em milhares de pessoas que todos os anos, durante o mês de junho, chegam para visitar parentes e comemorar o nascimento do Santo Padroeiro, São João Batista.
Barragem Armando Ribeiro Gonçalves: A Barragem do Assu, como também é conhecida na Região, tem capacidade de armazenamento de 2 bilhões e 400 milhões de metros cúbicos de água. Banha parte dos territórios dos municípios de Assu, Itajá, São Rafael e Jucurutu. O melhor acesso é por Itajá. Às margens da Barragem, no Município de Itajá, existe um pequeno povoado habitado por pescadores, onde encontram-se casas rústicas, ao lado de verdadeiras mansões e também dois balneários e um restaurante. A gastronomia local é variada, porém o prato principal é o peixe, especialmente o tucunaré frito e cozido. Do lado oeste, já no Município de Assu, está localizado o sangradouro, algumas ilhas e duas pequenas comunidades, onde estão construídas algumas casas de camping que são verdadeiros paraísos.
Rio Assu: Razão maior da existência do Município, possuindo 405 km de extensão. Nasce na Serra da Borborema, na cidade de Bonito de Santa Fé (Estado da Paraíba), com a denominação de Rio Piancó. À sua margem esquerda no Município existem diversas barracas de comercialização de bebidas e comidas, local onde se concentra o maior número de foliões no carnaval, conhecido popularmente por Carnaval do Rio Assu.
Açude do Mendubim: Está localizado no Rio Paraú, afluente à margem esquerda do Rio Piranhas ou Assu. Localiza-se a 11km do centro da cidade. O Açude do Mendubim possui uma das mais belas vistas da Região, sobretudo quando está sangrando.
Lagoa do Piató: Considerada o maior reservatório de água do Estado, com capacidade para armazenar 96 bilhões de metros cúbicos de água. Possui uma extensão de 18 km de comprimento por 2,5 de largura. O seu entorno é propício para a realização de trilhas ecológicas e para a prática de espeleologia nas cavernas existentes às margens da lagoa. No anel da Lagoa de Piató, pode-se visitar diversos baobás, árvore rara no Brasil e de extraordinária beleza. Esses atrativos fazem da Lagoa de Piató uma das maiores referências turísticas da Região.
Gruta dos Pingos: Localiza-se aproximadamente a 14 km do centro do Assu, na localidade denominada de Pingos. Esta caverna tem aproximadamente 22 m de largura por 8 m de altura. Do teto da gruta, pingam gotas de água incessantemente durante todas as estações do ano. Visitar a gruta é uma aventura repleta de emoções.
Casarios Antigos: Resquícios das primeiras edificações da cidade de Assu, onde foram instalados o primeiro hotel, a farmácia, os primeiros salões de festas, a primeira agência dos correios e telégrafos, a casa paroquial, a Casa da Baronesa, o mercado, a primeira panificadora, entre outros.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

SOBRE O ASSU DE ANTIGAMENTE

FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS

Gonçalo Lins Wanderley foi o primeiro proprietA poeta (que eu prefiro chamar poetisa) e educadora sinhazinha Wanderley conta que em Assu existiu um pequeno museu com aves e cobras descecadas, além de um pedaço do osso do cangaceiro Jesuíno Brilhante.

ário de um automóvel de luxo no Assu. Aquele seu veículo tinha cortinas de seda. Foi ele também o primeiro presidente da Câmara Municipal do Assu, ainda no regime monárquico que a câmara implicava em cargo de administração. A Câmara foi o primeiro regime de um governo local do Assu.

As primeiras iluminações públicas eram feitas de vela de cera de carnaúba, de azeite de peixe dentro de um caco e, depois, com clássicos lampiões a querozene. A iluminação era no casarões dos velhos coronéis (da cêra de carnaúba).

O primeiro poço tubular fora instalado na propriedade denominada "Arranhenta" de propriedade de Luiz Gomes de Amorim. Luiz adquiriu o equipamento nos Estados Unidos, fabricado pela Aermotor Campany, de Chicago. Chegou no Assu a 11 de fevereiro de 1916.

O telégrafo fora instalado a 11 de dezembro de 1890, na então rua São Paulo, atual Minervino Wanderley.

O primeiro cinema foi o Cine Theatro Pedro Amorim, trazido por Luiz Correia de Sá Leitão com a grande colaboração do Cel. Francisco Martins Fernandes que foi em terra assuense, comerciante bem sucedido.

O primeiro avião a pousar no Assu foi um C-30 militar, no dia 24 de agosto de 1938. Tinha a denominação de "Mucuripe".

O primeiro Vigário do Assu foi Manuel de Mesquita e Silva, em 1726.

O primeiro promotor público do Assu foi o Manuel da Silva Ribeiro.

O primeiro tabeíão público do Assu foi Manuel de Melo Montenegro Pessoa, avô do dr. Edgard Borges Mpntenegro.

O primeiro médico do Assu e do Rio Grande do Norte foi Luiz Carlos Lins Wanderley, formado na Bahia. Além de ter sido o primeiro romancista do Rio Grande do Norte. E, se não foi o primeiro foi um dos primeiros poetas do Assu.

O primeiro farmacêutico do Assu foi Pedro Soares de Araújo Amorim, diplomado na Bahia em 1857.

O primeiro dentista do Assu foi Francisco da Câmara Caldas, formado na Bahia, em 1929.

O primeiro engenheiro civil do Assu foi Raul de Sena Caldas, formado no Rio de Janeiro para onde ainda jovem, na década de trinta, regressou aquela terra carioca. No Rio era engenheiro do Departamento de Águas e Esgotos daquela e fora convidado pelo Conselho Britânico a conhecer a Inglaterra. Raul era proprietário de terras no Vale do Assu (Ipanguaçu).

O primeiro professor normalista do Assu foi o dr. Luiz Antônio Ferreira Souto dos Santos Lima.

O primeiro bairro habitacional do Assu é o bairro dom Eliseu.

A CAMPANHA ABOLICIONISTA, O BARÃO E A BARONESA DE SERRA BRANCA

FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS

Baronesa de Serra Branca Belizária Lins Wanderley de Carvalho e Silva.

Decreto que agraciou Felipe Néry de Carvalho e Silva Barão de Serra Branca.

A Campanha Abolicionista no Assu, foi feita com muita euforia. Criaram a "Libertadora Assuense", presidida pelo vigário Antônio Germano de Barbalho Bezerra que obteve vitória, libertando a 30 de março de 1880, os 54 escravos existentes no Assu. Movimento este comemorado com muita festa. O Barão de Serra Branca Felipe Néry de Carvalho e Silva, ofereceu um banquete no sobrado (atual Casa de Cultura de Assu) onde ele residia com sua mulher Belizária Lins Wanderley de Carvalho e Silva (Baroneza de Serra Branca por casamento com Felipe Néry), servido por ela, Belizária, a todos os escravos libertados, existentes no Assu. A Felipe, foi decretado o título de Barão de Serra Branca, a 19 de agosto de 1888, pela Princesa Isabel quando governava o Brasil.


Depõe Lauro Antônio Bezerra (história contada por seu avô Antônio Bezerra) que Felipe Néry "costumava reunir os escravinhos pequenos para que eles tocassem e cantassem." Felipe nasceu em Santana do Matos e faleceu próximo a Caicó (RN), quando retornava de uma viagem que fizera a Juazeiro do Norte (CE), para visitar padre Cícero Romão Batista..

Felipe Néry (1829-1893) foi político, deputado provincial de 1878-79 e 1880-81, além de tenente-coronel da Guarda Nacional. O casal Belizária e Felipe Néry não deixou descendência. Alba Fonseca de Sá Leitão, salva engano, prima ou sobrinha segunda de Belizária, casada com José Wanderley de Sá Leitão (ambos assuenses e atualmente residindo em Natal), herdaram parte do patrimônio daquele ilutre casal que engrandence a História do Assu.

AÇUDE DO MENDUBIM

FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS

O Açude Mendubim começou a ser construído na década de sessenta e deu-se a sua inauguração em 1970. Está localizado no Rio Paraú "afluente à margem esquerda do Rio Piranhas/Açu." Fica distante aproximadamente 11 km. do Centro da cidade de Assu, cidade que foi abastecido durante 15 anos, até o ano de 2001, pelo Açude do Mendubim. Tem uma capacidade de armazenamento dágiua de 86 milhões de metros cúbicos e a sua bacia hodrográfica é de 1.062,5 km2, com potencial hídrico para irrigar 1642ha. A altura da sua parede mede 25,70 metros e sua extenção é de 1.100 metros. É grande o seu potencial turístico. A sua beleza está na fotografia de Jean Lopes, bem como está decantado pelo grande poeta do Assu chamado Renato Caldas, que diz assim no poema intitulado "Você". Vejamos:

PRIMEIRO AUTOMÓVEL A CHEGAR EM ASSU

FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS

Há informções que fora este automóvel (foto acima), de propriedade do comerciante mossoroense Francisco Borges, o primeiro a chegar no Assu. Há também informações que o primeiro proprietário de automóvel de luxo (com cortinas de seda) daquela terra assuense, teria sido Gonçalo Lins Wanderley que em 1865 era presidente da Câmara Municipal, quando aquela instituição implicava (no regime monárquico) em cargo de administração do município. Aquela fotografia fora tirada pelo fotógrafo José Severo de Oliveira, proprietário do "Atelier Severo", em data de 2 de setembro de 1919.
O escritor Francisco Amorim Amorim no seu livro intitulado "Assu da Minha Meninice" , 1982, depõe que aquele automóvel "ao penetrar na cidade, agonizava uma pessoas conhecida por Mascarenhas. Os circunstantes ao ouvirem o ruído do motor abandonaram o velório deixando o pobre morrer sem vela acesa." Informa também o escritor Amorim que naquele mesma data "ao escurecer, outro veículo entrava na cidade. Tratava-se, ao que parece, de uma experiência com a estrada de rodagem que estava sendo construída ligando Assu a Mossoró."

HINO OFICIAL DO ASSÚ

FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS



A letra e música do Hino do Assú é de autoria da educadora, poetisa e tambem musicóloga assuense Maria Carolina Caldas Wanderley que na intimidade era chamada de Sinhazinha Wanderley. O Projeto de Lei é de n. 6/69, de 11 de setembro de 1969. Era prefeito do município do Assu João Batista Lacerda Montenegro. Vejamos o referido hino transcrito abaixo:

Qual um canto harmonioso
Das aves, pelo ramado
A minh'alma te festeja
Meu Assu, idolatrado.

Estribilho

Torrão bendito hei de amar-te
Dentro do meu coração
Salve, Assu estremecido.
Salve, salve o meu sertão

Palmeiral da minha terra
As várzeas cobrindo estás
Tu qu'és útil pelo inverno
E pela seca ainda mais

Valoroso, florecente,
Em face dos mais serões
Hão de erguer-te o nosso esforço
Nossos bravos corações.

ASSU NA PRIMEIRA EDIÇÃO DO DIÁRIO DE PERNAMBUCO

FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS



Primeira edição do jornal "Diário de Pernambuco" (fotografia acima), data de 1 de novembro de 1885. Naquela edição daquele importante jornal da terra pernambucana que é um dos mais antigos da América do Sul (que começou publicando anúncios, vendas de escravos, entradas e saídas de embarcações no porto do Recife) está publicado uma matéria sobre o Assu conforme transcrito adiante: ("...") "A SUMACA CHICA para o ASSU, Mestre Izidoro da Silva, dono Bento Joze da Costa, tripulação 12 pessoas, carga diversos gêneros, e 15 passageiros".

BANCO DO BRASIL DE ASSU-RN

FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS


Vejamos o primeiro prédio onde funcionou primeiramente na década de quarenta, a agência do Banco do Brasil de Assu. Na foto vejamos também alguns clientes e funcionários daquela primeira casa bancária do Assu.Aquele prédio ainda hoje existente com algumas modificações, funcionou também durante muito tempo, o armazém de Dezinho (já falecido) pessoa abastarda e muito conhecida naquela cidade. O referido imóvel fica esquina com o antigo prédio onde funcionaou o Cine Theatro Pedro Amorim, na praça Getúlio Vargas.
(Clique na imagem para melhor visualisar).

UM POUCO DO GENERAL JOSÉ CORREIA TELES

FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS


O assuense Correia Teles foi recruta na Guerra do Paraguay (1864-1870) considerado o maior conflito armado da América do Sul. Ele nasceu em 1838 no tempo em que o Assu era Vila Nova da Princesa. Pouco se sabe da trajetória deste veterano potiguar que engrandese a História do Assu. O escritor Ezequiel Fonseca Filho que muitos escritos deixou sobre os filhos e a História da terra assuense depôe que "as notícias a seu respeito são lacônicas, imprecisas, dúbias, deixando antever a falta de documentação comprobatória".
Correia Teles foi reformado por invalidez como General de Brigada do Exército, em 1897. O jornalista Palmério Filho contou a Ezequiel que Teles teria saído do Assu algemado, no fundo de uma canoa rumo ao Porto de Macau (RN) para de lá partir com mais dezenas de assuenses para campos paraguaios. Teles faleceu no Rio de Janeiro em 1897.

RELEMBRANDO ARNÓBIO ABREU

FONTE: BLOG FERNANDO CALDAS


Anóbio Abreu era assuense de boa cepa. Foi deputado estadual e presidiu a Assembleía Estadual Constituinte do Rio Grande do Norte, de 1889. A ssembléia Legislativa na sessão comemorativa pelos 20 anos da prumulgação daquela constituinte, o presidente daquela casa legislativa Robson Faria dedicou a memória de Arnóbio. Ele empresta o seu nome uma uma importante adutora construida no governo Garibaldo Alves, no Médio Oeste do Estado potiguar. O seu nome honra e dignifica o município do Assu. Arnóbio antes de ingressar na vida pública exerseu o cargo de diretor do Hospital Walfredo Gurgel no governo Geraldo Melo e fundou junto com demais colegas o hospital ITORN (de ortopedia e traumatologia) na cidade do Natal. Muito se tem ainda a se comentar sobre a sua fantástica trajetória. Fica o Registro e a saudade

COMARCA DO ASSU, A 1º DO INTERIOR RN

A comarca de Assu foi à primeira do interior do Rio Grande do Norte, criada pelo Conselho do Governo em 11 de abril de 1833 e aprovada pela Lei Provincial nº 13, de 11 de março de 1835. Foi instalada em 1º de julho de 1835, que teve como primeiro Juiz de Direito o Dr. Basílio Quaresma Júnior, que esteve na titularidade até 9 de agosto de 1841, quando passou o cargo para o Dr. Lourenço José da Silva Santiago. A comarca fica situada Praça Getúlio Vargas, nº 291, telefone: 3331-1031, mas precisamente no Fórum Municipal João Celso Filho. Tem como termos as cidades de Carnaubais, Itajá e Porto do Mangue. A seguir veja os Juizes de Direito que foram titulares no período em que Apodi era Termo Judiciário daquela comarca.

LEI QUE CRIOU A COMARCA DE ASSU


LEI PROVINCIAL Nº 13, DE 11 DE MARÇO DE 1835
Aprovando a criação da Comarca de Assu com três Distritos de Jurados, que farão nomeados no ato de sua criação pelo Presidente em Conselho.
BASÍLIO QUARESMA TORREÃO, Presidente da Província do Rio Grande do Norte: Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembléia Legislativa Provincial decretou, e eu sancionei a lei seguinte:
Artigo Único – Fica aprovada a creação da Comarca do Assu com os três Distritos do Jurados, que farão nomeação no ato de sua creação pelo Presidente do Conselho.
Mando, portanto, a todas as authoridades a quem o conhecimento e execução da referida resolução pertencer, que a cumpram e façam cumprir e guardar tão inteiramente como nela se contém. O Secretário da Província a faça imprimir, publicar e correr.
Cidade do Natal, 11 de março de 1835, décimo quarto da Independência e Império.
Ass. Basílio Quaresma Torreão.

QUEM FOI BASÍLIO QUARESMA

Natural de Olinda, Pernambuco, nascido em 18 de abril de 1789, bacharel pela Academia de Direito da sua cidade natal. Esteve envolvido na Resolução de 1827, mas escapando da pena capital estava vivo e são para prestar serviço à Pátria, após a independência.
Foi o sexto Presidente da Província do Rio Grande do Norte, nomeado através da Carta Imperial de 11 de maio de 1833, tomou posse em 31 de julho de 1833 e governou até 1º de maio de 1836.
A sua passagem pelo governo potiguar foi facunda e proveitosa para a terra a que tantp afeiçou, pois se casaram na Vila de Goianinha, com a jovem Ana Catarina. Foi um dos fundadores da sociedadse anônima que fez circular o Natalense, em 2 de setembro de 1832, primeiro jornal impresso no Rio Grande do Norte. Fundou o Atheneu Norte-rio-grandense em 2 de dezembro de 1834, criou o Corpo Policial, atual Polícia Militar em 27 de junho de 1834, criou a primeira Comarca do interior do Rio Grande do Norte, a do Assu, que teve como primeiro Juiz de Direito, o seu filho Basílio Quaresma Torreão Júnior, organizou a Alfândega em 5 de janeiro de 1835 e foi o primeiro presidente a comparecer à nossa Assmbléia Provincial, lendo a sua fala, na instalação, a 2 de fevereiro de 1835. O primeiro orçamento provincial foi promulgado por esse dinâmico presidente. Orçamento e exercício financeiro de 1835, de 1º de julhp de 1836 a 1º de julho de 1837, com despesa orçada em 46:617$760 e receita orçada em 15;099$162. Foi deputado federal. Faleceu no Rio de Janeiro no ano de 1867.

FÓRUM MUNICIPAL “JOÃO CELSO FILHO”

Praça Getúlio Vargas, nº 291 – Centro – Assu-RN – Fone: 3331-1031
QUEM FOI JOÃO CESLO.
JOÃO CELSO FILHO, natural de Assu, nascido a 5 de setembro de 1886 e faleceu em sua terra natal no dia 14 de novembro de 1943, filho de João Celso da Silveira Borges e Emilia da Silveira Borges. Casou-se em 31 de maio de 1915 com Maria Leocádia de Medeiros Furtado da Silveira. Professor, advogado, poeta, jornalista, orador, dramaturgo. Em sua terra natal, fez o curso primário. Demonstrando, logo cedo, inclinações para o jornalismo, colaborou em diversos periódicos de seu tempo, como o “Quiprocuó”, dando porém, o seu maior concurso intelectual à “Cidade”, então dirigida pela mais sólida organização jornalística assuense, Palmério Filho. Seguindo para terras paraenses, como Fiscal do Imposto de Consumo, teve cotidiana convivência espiritual com Humberto de Campos, Vespassiano Ramos e outros expoentes da literatura brasileira. Alargou assim e aumentou os seus pendores, para as letras e seus atributos de inteligências vivacidade imaginativa, escrevendo, em prosa e versos, nos diários da Capital e em jornais das cidades de Igarapé -- Assu e Óbidos, chegando a dirigir, de parceria com os irmãos Palmeira e a assistência de Severino Silva e Marinho Aranha, na cidade de Maracanã, “O Município de Maracanã”.
Exerceu em caráter interino, em 1914, as funções de Promotor Público da Comarca de Assu.
Em 1915 exerceu a presidência do “Centro Bibliofico Assuenese”, em sua reorganização e publicou sob sua talentosa direção a revista “O Paládio” e fundou por esse tempo o “Externato Rui Barbosa”, que embora tivesse vida efêmera, deixou, em meio à mocidade assuense, farta mesa de substanciosos benefícios.
Provisionado, tendo prestado compromisso a 22 de março de 1933, dedicou se à advocacia; nas lides jurídicas, nos setores forenses, agigantou-se. Com uma intuição segura e equilibrada do espírito da lei, em todas as contendas em que empenhou os seus conhecimentos e a sua capacidade profissional, conquistou vitória, atraindo para si, para sua erudita juridicidade, os aplausos e a admiração dos versados na ciência de julgar.
No dia 14 de março de 1944, a cidade do Assu prestou-lhe significativa homenagem póstuma, seus amigos e admiradores, publicaram uma Poliantéia-João Celso Filho,com 38 páginas não numeradas, composta e impressa em Natal, na Tipografia Augusto Leite. Posteriormente recebeu outra homenagem póstuma, seu nome foi dado ao Fórum Municipal da Comarca de Assu.

PRIMEIRO JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DO ASSU

Dr. Basílio Quaresma Torreão Júnior – 01/07/1835 – natural de Goianinha-RN, nascido em 18 de abril de 1811, filho de Basílio Quaresma Torreão (1789 – 1867) e de Ana Catarina. Formado em Direito pela Faculdade de Direito de Olinda, turms de 1834. Deputado provincial em cinco legislaturas. Foi o primeiro Juiz de Direito da Comarca de Assu, e consequentemente do de Apodi, já que naquela época o Termo Judiciário do Apodi era sujbordinado a Comarca de Apodi. Foi empossado no dia 1º de julho de 1835 e transferido para Natal a 9 de agosto de 1841. Exerceu ainda as funções de Chefe de Polícia. Pela Carta Imperial de 1º de outubro de 1855 foi nomeado desembargador na Relação do Maranhão, tomando posse em São Luís a 27 de ovembro de 1855. Foi-me impossível obter a data de falecimento do Torreão Júnior

VARA DO TRABALHO ASSU-RN


Criada pela Lei n.º 8.432 de 11/06/92
Data de Instalação: 09/10/93
Juiz Titular: LUCIANO ATHAYDE CHAVES
Diretora: Soraia Lúcia Farias de Oliveira
Endereço: Rua Vicente de Paula Filho, 138
Bairro: Novo Horizonte
CEP 59.650-000 - Assu-RN
Telefone: (84) 3331-1430

Jurisdição: O respectivo município e os de Angicos, Campo Grande (Augusto Severo), Carnaubais, Fernando Pedroza, Ipanguaçu, Itajá, Janduís, Lajes, Paraú (Espírito Santo do Oeste), Porto do Mangue, Santana dos Matos, São Rafael, Upanema, Triunfo Potiguar.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

ASSU, CAMPEÃO ESTADUAL 2009

ASSOCIAÇÃO SPORTIVA UNIDA ASSU
Fundado em 10 de janeiro de 2002, que teve como primeiro presidente o senhor Francisco Soares, e como vice a pessoa conhecida popularmente por Louro, com os primeiros jogadores: Claudevan, Pione, Luiz, Nildo, Lawrence, Jorge Alagoano, Renato, Manoel, Deassis, Ronaldo, Falcão, Bebeto, Josi, Marielson, Mailson e Roberto
O Assu fez sua estréia em campeonato estadual no dia 17 de fevereiro de 2002-Domingo, jogando no Estádio Marizão, em Caicó, sendo derrotado pelo Corinthians de Caico pelo placar de 3x1. Em 24 de fevereiro de 2002 jogou sua primeira partida em campeonato estadual em casa e perdeu para o Potiguar por 2xl. O primeiro treinador do Assu foi o mossoroense Manuel Ananias.
Sua primeira participação em estadual foi uma verdadeira vergonha, terminando o campeonato na oitava colocação, à frente apenas de dois clubes: Potiguar de Parnamirim e O Potyguar de Currais Novos
PRESIDENTES:
2002 - Francisco Soares -
2003 – Luiz Danilson Machado
2004 – Luiz Danilson Machado
2005 – Luiz Danilson Machado
2006 – Luiz Danilson Machado
2007 – Luiz Danilson Machado
2008 – Luiz Danilson Machado
2009 – Luiz Danilson Machado
Tecnicos:
2002 – Manuel Ananias
2003 –Aranha
2004 – Hélio Santiago
2005 – Edinho Cardoso
2006 – Neto Matias
2007 – José Matias Soares
2008 – Vereador
2009 – Hugo Sales
TIME BASE:
2002 - Claudevan, Pione, Luiz, Nildo, Lawrence, Jorge Alagoano, Renato, Manoel, Deassis, Ronaldo, Falcão, Bebeto, Josi, Marielson, Mailson e Roberto
2003 – Erasmo, Pedro Neto, Leandro, Vieira, Edvaldo, Dison, Mariélson, João Carlos, Manuel, Baiano e Marcelo.
2004 – Erasmo, Paulinho, Raniele, André, Dindo, Eraque,, Adeilson, Toni, Eridan, Leandro, Baiano e Baiano.
2005 – Dida,Paulo Isidoro, André, Erlon, Joe, Leandro, Fernando,Naldo, Chiquinho, Elissandro, Marcelo e Lau.
2006 – Ferreira, Claudio. Ari, Eraldo, Cleber, Carlos, Henrique, Merica, Jozicley, Edilson, Tamboriu, Samuel, Betinho, Valério, Canizio e Thiago.
2007 – Rodrigues, Pantera, Windson, Pedro, Igor, Lânio, Felix Martins, Flavinho, Leandro, Flaviano e Marcelo.
2008 – Isaias, Pedro, pantera, Michel, Thiago, Lario, Rincon, Joriel,Leandro, carioca, carlinhos, Diego e Marcelo Assu
DECISÃO 2009
PRIMEIRO JOGO:
ASSU 4X1 POTYGUAR CN
18/04/2009 – sábado
LOCAL – Estádio Edgar Montenegro – EDGARZÃO
SEGUNDO JOGO:
POTYGUAR CN X ASSU
01/05/2009 – SÁBADO
LOCAL – MARIZÃO – Caicó
CAMPANHA DOASSU NO CAMPEONATO ESTADUAL 2009
PRIMEIRO TURNO:
SEGUNDO TURNO:
Mascote - Camaleão
Presidente - Dailson MACHADO
Desempenho do Assu ano a ano no Campeonato Estadual:
2002 – 8ª colocação
2003 – 5ª colocação
2004 – sexta colocação
2005 – terceira colocação
2006 – quarta colocação
2007 – quinta colocação
2008 – sétima colocação
2009 – Campeão
Sede: Rua Major Ovidio Montenegro, s/nº, BAIRRO Quinta do Farol, CEP – 59.650-000 - Assu-RN
UNIFORMES:
NÚMERO 1 – Camisa verde, calção branco e meias brancas
NÚMERO 2 – Camisa branca, com listas verdes verticais, calção e meias brancas
CORES: AZUL, AMARELO E VERDE
Estádio Edgar Montenegro – EDGARZÃO, INAUGYRADO EM com o jogoamistoso de Seleção d Assu 0x4 Corinthians de Caico, com capacidade para sete mil torcedores
O Assu em 2009 conquistou três particições inéditas, primeiro foi a Copa do Brasil que disputará em 2010; a segunda foi a série D doCampeonato Nacional de 2009; e 3ª, campeão estadual
Depois que o meu querido a mado Baraúnas foi eliminado do campeonato passei a torcer pelo Assu, por um único motivo, meu saudoso pai MANOEL FRANCISCO DAS CHAGAS (1920 – 1995) nasceu na terra dos poetas
TODOS OS JOGOS
DO ASSU NO
CAMPEONATO ESTADUAL

1 - 17/02/2002 – DOM – CORINTHIANS 3X1 ASSU
2 - 24/02/2002 – DOM ASSU 1X2 POTIGUAR
3 - 26/02/2002 – QUA – POTIGUAR 1X0 ASSU
4 - 03/03/2002 DOM –ASSU X SÃO GONÇALO
5 - 06/03/2002 – QUA – ASSU X ALECRIM
6 - 10/03/2002 – DOM – POTYGUAR-CN X ASSU
7 - 17/03/2002 – DOM – PAU-FERRENSE X ASSU
8 - 20/03/2002 – QUA – ASSU X CORINTHIANS
9 - 24/03/2002 – DOM – POTIGUAR X ASSU
10 - 27/04/2002 – QUA – ASSU X POTIGUAR-M
11 - 31/03/2002 – DOM – SÃO GONÇALO X ASSU
12 - 03/04/2002 – QUA – ALECRIM X ASSU
13 - 07/04/2002 – DOM – ASSU X POTYGUAR-CN
14 – 14/04/2002 – DOM – ASSU X PAUFERRENSE
8ª COLOCAÇÃO
14 - 19/03/2003 – ASSU X AMÉRICA
15 - 26/01/2003 – DOM POTIGUAR-P X ASSU
16 – 29/01/2003 – QUA – ASSU X ABC
17 – 02/02/2003 – DOM – ALECRIM X ASSU
18 – 16/02/2003 – AMÉRICA X ASSU
19 – 23/02/2003 – DOM – ASSU X POTIGUAR-P
20 – 26/02/2003 – QUA – ABC X ASSU
21 – 09/03/2003 – DOM – ASSU X ALECRIM
15 - 19/01/2003 – DOM - ASSU 2X3 AMÉRICA
16 - 26/01/2003 – DOM - POTIGUAR 0X2 ASSU
17 - 29/01/2003 – QUA – ASSU 0X1 ABC
18 - 02/02/2003 – DOM – ALECRIM 0X1 ASSU
19 - 26/02/2003 – ABC 1X1 ASSU
Classificação: O Assu conquistou a 3ª colocação com 6 pontos, duas vitórias, duas derrotas, 5 gols pró e 4 contra
2º turno
20 - 16/02/2003 – DOM – ASSU 2X1 ASSU
21 - 19/02/2003 – QUA – ASSU 1X0 ALECRIM
22 - 23/02/2003 – DOM – ASSU 4X1 POTIGUAR-M
23 - 26/02/2003 – QUA – ABC 1X1ASSU
O ASSU no 2º turno conquistou a 3ª colocação com 7 pontos, duas vitórias, um empate e uma derrota, com 7 gols pró e 4 contra
Na classificação em 2003 o ASSU conquistou a 5ª posição com 13 pontos ganhos, 4 vitórias, um empate, três derrotas, com 12 gols pró e 8 gols contra
OBS.: 5ª COLOCAÇÃO
24 - 01/02/2004 – DOM – PAUFERRENSE 0X1 ASSU
25 - 08/02/2004 - DOM – ASSU 3X3 POTIGUAR – M
26 - 11/02/2004 – QUA – ASSU 1X0 PIRANHAS
27 - 15/02/2004 – SÁB – CORINTHIANS 3X2 ASSU
28 - 18/02/2004 – QUA – BARAÚNAS 1X0 ASSU
29 - 26/02/2004 – QUI – ASSU 2X1 CAICO
30 - 07/03/2004 – DOM – POTIGUAR-M 5X0 ASSU
31 - 10/03/2004 – QUA – PIRANHAS 1X3 ASSU
32 - 14/03/2004 – FOM – ASSU 2X1 CORINTHIANS
33 - 17/03/2004 – QUA –ASSU 1X1 BARAÚNAS
34 - 21/03/2004 – DOM – CAICO 3X0 ASSU
Obs.: Assu 6º colocado
35 - 13/02/2005 – DOM – ASSU 1X2 BARAÚNAS
36 - 20/02/2005 – DOM – SANTA CRUZ 1X1ASSU
37 - 27/02/2005 – DOM – ASSU 2X1 CORINTHIANS
38 - 06/03/2005 – DOM – PAUFERRENSE 2X1 ASSU
39 - 13/03/2005 – DOM – POTIGUAR-M 1X2 ASSU
40 - 20/03/2005 – DOM – BARAÚNAS 1X3 ASSU
41 - 26/03/2005 – SÁB – ASSU 1X0 SANTA CRUZ
42 - 02/04/2005 – DOM – CORINTHIANS 1X3 ASSU
43 - 10/04/2005 – DOM – ASSU 5X0 PAUFERRNSE
44 - 17/04/2005 – DOM – ASSU 2X0 ASSU
45 - 24/04/2005 – DOM – POTIGUAR-M 1X0ASSU
46 - 01/05/2005 – DOM – ASSU 4X0 POTIGUAR-M
47 - 08/05/2005 – DOM – AMÉRICA 0X2 ASSU
48 - 15/05/2005 – DOM – ASSU 0X3 AMÉRICA
49- 29/01/2006 – DOM – ASSU 1X0 ALECRIM
50 - 01/02/2006 – QUA – POTYGUAR-CN 0X0 ASSU
51 - 05/02/2006 – DOM – ASSU 1X3 BARAÚNAS
52 - 08/02/2006 – QUA – ASSU 3X2 POTIGUAR-M
53 - 12/02/2006 – DOM – ASSU 2X0 POTIGUAR-M
54 - 18/02/2006 – SÁB – SANTA CRUZ 1X2 ASSU
55 - 22/02/2006 – QUA – MACAU 1X2 ASSU
56 - 01/03/2006 – 25/02/2006 – S-AB – ABC 1X0 ASSU
57 - 05/03/2006 – DOM – ASSU 0X0 AMÉRICA
58 - 03/03/2006 – QUA – ASSU 2X2 ASSU
59 - 12/03/2006 – DOM – SÃO GONÇALO 0X0 ASSU
4º COLOCADO COM 19 PONTOS, CINCO VITÓRIAS. QUATRO EMPATES, DUAS DERROTAS, COM 13 GOLS PRÓ E 10 GOLS GOLS CONTRA
60 - 21/01/2007 – DOM – POTIGUAR-M 1X0 ASSU
61 - 24/01/2007 – QUA – ASSU 2X2 BARAÚNAS
62 - 31/01/2007 – QUA – ASSU 2X1 AMÉRICA
63 - 04/02/2007 – DOM – ALECRIM 1X1 ASSU
64 - 10/02/2007 – SÁB – ASSU 1X2 SANTA CRUZ
65 - 25/02/2007 – SÁB – POTIGUAR-M 1X0 ASSU
66 - 28/02/2008 – QUA – GUAMARÉ 1X1 ASSU
67 - 03/03/2007 – SÁB – ASSU 1X1 MACAU
68 - 10/03/2007 – SÁB – ASSU 2X0 SÃO GONÇALO
69 - 18/03/2007 – DOM – ABC 0X5 ASSU
70 - 25/03/2007 – DOM – ASSU 1X0 CORINTHIANS
71 - 28/03/2007 – QUA – POTIGUAR-M 0X0 ASSU
72 - 01/04/2007 – DOM – ASSU 0X1 POTIGUAR-M
QUINTA COLOCAÇÃO COM 17 PONTOS, 4 VITÓRIAS, 5 EMPATES, 4 DERROTAS, COM 16 GOLS PRÓ E 11 GOLS CONTRA
ASSU
73- 13/01/2008 – ASSU 3X1 ALECRIM
74 - 17/01/2008 – QUI – CORINTHIANS 0XO ASSU
75 - 19/01/2008 SÁB– ASSU 1X0 MACAU
76 - 23/01/2008 – QUA – ASSU 1X0 BARAÚNAS
77 - 28/01/2008 – SEG – AMÉRICA 0X0 ASSU
78 - 31/01/2008 – QUI - SANTA CRUZ 3X0 ASSU
79 - 07/02/2008 – QUI – ASSU 3X0 SANTA CRUZ
80 - 15/02/2008 – SEX – ASSU 1X1 SANTA CRUZ
Nos penaltis ASSU 7X8 SANTA CRUZ – Jogo realizado no Machadão. Assu foi desclassificado na sétima colocação
CAMPANHA 2009
PRIMEIRO TURNO:
81 – 22/01/2009 – DOM – ASSU 1X0 POTIGUAR-M – Gol - Luciano
82 –25/01/2009 - DOM – ABC X ASSU
83 – 28/01/2009 – QUA – ASSU X REAL
84 – 04/02/2009 – QUA – MACAU X ASSU
85 – 11/02/2009 – QUA – SÃO GONÇALO X ASSU
86 – 15/02/2009 – DOM – POTIGUAR-M X ASSU
87 – 21/02/2009 – SÁB – ASSU X BARAÚNAS
88 – 26/02/2009 – SANTA CRUZ X ASSU
ASSU CAMPEÃO DO 1ºTURNO DO CAMPEONATO POTIGUAR
89 - 01/03/2009 - Emoção do início ao fim. Assim foi o jogo decisivo do 1º turno do campeonato Potiguar entre Assu e Santa Cruz, que deu o título ao time assuense. Embalado pela sua numerosa torcida, que lotou o estádio Edgar Montenegro (Edgarzão), o Camaleão do Vale começou pressionando o adversário, mesmo assim o Santa Cruz reagiu e equilibrou o jogo, que terminou 2 a 2. Com a conquista, o ASSU garante vaga antecipada na decisão do Estadual e a classificação para a Copa do Brasil de 2010.A chuva que começou a cair antes do inicio da partida se prolongou por todo o jogo, o que não tirou a empolgação da torcida, que aos 20 minutos do 1º tempo comemorou o primeiro gol do camaleão marcado por Leandro Mineiro. O gol deixou a torcida e o time eufóricos, mesmo assim aos 27 minutos da etapa inicial o jogador Hamilton empata o jogo após uma falha da zaga. O primeiro tempo termina mesmo 1 a 1.Disposto a conquistar não apenas o titulo, mas também vencer a partida, o Camaleão do Vale iniciou o segundo tempo tentando fazer o segundo gol, o que não aconteceu. A partir dos 20 minutos da etapa final do time do Santa Cruz passou a pressionar o Assu é por diversas vezes não conseguiu virar a partida. Mas foi aos 46 minutos, já nos descontos que Luciano Paraíba se redimiu dos gols perdidos e numa bola de contra-ataque encobriu o goleiro Eridelson, fazendo 2x1.O jogo parecia definido, mas aos 48, o Santa Cruz empatou o jogo com Binha. Apesar do empate o Camaleão do Vale conquista o turno, que coroa a brilhante turno da equipe alviverde, que ficou sempre entre as primeiras colocações e terminou a fase inicial como melhor time conseguindo, assim, a vantagem de jogar em casa e pelo empate.FICHAASSU - ASSOCIAÇÃO SPORTIVA SOCIEDADE UNIDAPresidente: Dailson MachadoMascote: CamaleãoCores: Verde/BrancoFundação: 10/01/2002FICHA TECNICAASSUErasmo; Pedro, Lano e Pantera; Tiago, Alan, Halison (Joassis), Leandro Mineiro e Igor (Bruno Assuense); Marcelo e Luciano Paraiba. Técnico: André Luís.SANTA CRUZEridelson; Ivison, Joelan (Binha) e Rafael; Breno, Robson, Rogério Baiano, Kel (Leandro Safira) e Fernandes (Denis); Hamilton e Jandir. Técnico: Maurício Rodrigues.Estádio: Edgarzão (Açu)Renda - 29.530,00Público - 2.018Árbitro: Paulo Jorge Brandão
2º TURNO
90 – 03/03/2009 – SANTA CRUZ 0X0 ASSU
91 – 11/03/2009 – QUA – ASSU 1X2 ABC
92 – 15/03/2009 – DOM – POTYGUAR-CN 3X2 ASSU
93 – 22/03/2009 – DOM – ASSU 2X3 BARAÚNAS
94 – 25/03/2009 – QUA – AMÉRICA 1X2 ASSU
95 – 28/03/2009 – SAB – ABC 3X1 ASSU
96 – 02/04/2009 – QUA - ASSU 3X4 SANTA CRUZ
97 – 05/04/2009 – DOM – BARAÚNAS 0X1 ASSU
98 – 12/04/2009 – DOM – ASSU 1X0 AMÉRICA
99 – 15/04/2009 – QUA – ASSU 4X3 POTYGUAR-CN
100– 25/04/2009 – SÁB – ASSU 4X1 POTYGUAR-CN
ASSU QUASE CAMPEÃO 2009
Mais disposto a conquistar o inédito título de campeão estadual. Esta foi a impressão que o ASSU deixou no primeiro jogo da decisão da temporada 2009 diante de Potyguar sem brilho. A goleada por 4 a 1 deixou o Camaleão do Vale com uma mão na taça e a cidade do Assu em êxtase. O time do técnico Hugo Sales pode até perder por uma diferença de três gols no jogo da volta, na próxima sexta-feira, feriado de 1º de maio, no Marizão, em Caicó.FICHA TÉCNICA:O ASSU jogou com: Erasmo; Tiago, Pedro, Pantera (Jefersson) e Ribamar (Coelho); Lano, Alan, Alisson e Leandro Mineiro (Luís Carlos); Marcelo Assu e Luciano Paraíba. Já o Potyguar foi á campo com: Nílson; Maceió, Jéfferson e Gil Pernambucano; Leandro (Hugo), Elian, Roberto Goiano (Alvinho), Tiago e Nininho; Gil Paraíba (Renatinho) e Quirino.
ASSU 4 x 1 Potyguar
Estádio: Edgarzão
Árbitro: Paulo Jorge Brandão
Renda - R$ 36.549,00
Público pagante - 1.881
Não Pagante - 583
Gols: Marcelo Assuense, Luciano Paraíba (2) e Pantera (ASSU); Thiago (Potyguar)
101 – 01/05/2009 – SEX – POTYGUAR 2 X1 ASSU

ASSU, CAMPEÃO ESTADUAL 2009
FICHA TÉCNICA:
POTIGUAR 2X1 ASSU
DATA - 01/05/2009 - SEXTA
LOCAL - ESTÁDIO MARIZÃO - CAICÓ
INÍCIO 17 HORAS
TÉRMINO - 19:03m
POTIGUAR - Nilson; Leandro, Everaldo, Jefersson e Nininho; Roquete (Roberto), Emerson, Gil Pernambucano e Thiago; Quirino e Carlinhos (Maceió).Técnico: Neto Matias
ASSU jogou com: Erasmo; Tiago, Pedro (Jefersson), Pantera e Ribamar; Lano, Alan, Alisson e Leandor Mineiro; Marcelo Assuensse (Somália) e Luciano Paraíba (Luís Carlos). Técnico: Hugo Sales
Estádio: Marizão (Caicó)
Árbitro: Suelson Diogenes
Assistentes: Milton Otaviano dos Santos e Adeilma Luzia.
Público pagante: 1.456
Renda: R$ 32.280
Gols: Leandro Mineiro e Lano - contra - (Potyguar); Luciano Paraíba (ASSU).
EXPULSÃO – JEFFERSON e TIQUINHO, ambos do Potyguar

PATRIMÔNIO HISTÓRICO




Prefeitura luta para revitalizar Cine-Teatro Pedro Amorim


Apesar da efervescência cultural e com uma população ultrapassando 50 mil habitantes, a Terra dos Poetas não tem nenhum teatro para atividade de seus artistas.
Mas essa realidade pode estar perto de mudar se a revitalização do Cine-Teatro Histórico Pedro Amorim, criado na década de 30 e desativado há mais de 20 anos, for concretizada.
O projeto já está pronto, esperando apenas a confirmação do apoio financeiro. Esta não é a primeira vez que a prefeitura tenta colocar em atividade o cine-teatro.
Duas tentativas já ocorreram nos últimos anos. Em 2005, o projeto previa investimento de R$ 750 mil, e outro em 2008, calculava R$ 900 mil. Nos dois casos, a falta de apoio atrapalhou a finalização.
Agora, o novo projeto está avaliado em cerca de R$ 1,5 milhão, e já foi apresentado à Petrobras, que se mostrou interessada em arcar com a parte financeira.
História
O Cine-Teatro Pedro Amorim foi construído no início da década de 30, pelo coronel Francisco Martins, um dos mais ricos empresários da região, dono de usinas de beneficiamento de algodão e carnaúba.
O nome do espaço foi uma homenagem prestada a um líder político da região, por quem Martins tinha grande admiração.
Durante o período em que ficou em atividade, o espaço serviu para o encontro da população assuense, que se deliciava com a exibição de filmes como Jesuíno Brilhante: o cangaceiro romântico, que teve cenas rodadas na cidade.
A decadência veio no início dos anos 80, com a derrocada do cinema no estado pela difusão da televisão. Enquanto funcionava, o cine-teatro apresentava sessões diárias, inclusive aos sábados e domingos, com matinês e vesperais.
FONTE:http:conexaonanet.blogspot.com

UM POUCO DA HISTÓRIA DA CERVAL

Em 1968, o político potiguar de Mossoró Dix-zuit Rosado (autor da famosa frase "quem não faz um pouco mais pela sua terra não poderá fazer nada pela terra de ninguém"), era o presidente do Instituto Nacional de Desenvolvimento Agrário (INDA), atual INCRA. Dix-zuit naquela época já tinha ligações de amizades com o povo assuense. Logo que se formou em mediciana foi clinicar na cidade de Assu. Tempos depois as ligações foram se estreitando através da política com Edgard Montenegro que apoiava seu irmão Vingt Rosada para deputado federal. O jornalista e obstinado Osvaldo Amorim (o gigante do Vale) era um dos admiradores de Dix-suit que desejava realizar um sonho dos agricultores do Vale do Assu, conseguindo como presidente daquele instituto, em convênio com a Companhia de Eletrifica Rural do Nordeste (CERNE) através do seu diretor Cel. Mena Barreto, a eletrificação do Vale do Assu. Fundaram-se então a 16 de março de 1968, uma cooperativa que veio a ser denominada Cooperativa de Eletrificação Rural do Vale do Assu Ltda (CERVAL), com apenas 74 associados. Foi a primeira comperativa de eletrificação do Rio grande do Norte.
As reuniãos preparátórias foram realizadas no Clube Municipal (altos da prefeitura) do Assu com a coodenação da prefeita Maria Olímpia Neves de Oliveira, além do agrônomo Nelson Borges Montenegro e os agroecuaristas José Diogenes de Paiva, Joacy Fonseca, Francisco Soares de Macedo, Pedro Borges de Andrade, Solon Wanderley, Miro Cobe e Walter de Sá Leitão. Aquela comissão ficaram responsável para organizar a cooperativa e integralizar o capital. O que demorou a se conseguir a quantia para integralização do capital necessário, teve então a influência com seu espítito cooperativista de Edmilson Caldas que naquela época dirigia a Cooperativa Banco Rural,daquela terra assuense, conseguindo através daquela casa bancária rural, o valor que era preciso para a concretização daquele sonho dos varzeanos de eletrificar suas terras. Do contrário ela, a CERVAL, teria ficado apenas no papel. (AHistória do Assu é precisa ser resgatada, porém é preciso reparar as omissões.)
Dix-zuit-Rosado compareceu e presidiu a Assembléia de Constituição com a presença dos seus sócios fundadores como Nelson Borges Montenegro (o 1. presidenten daquela cooperativa) Majó Manoel de Melo Montenegro, Firmino Justino da Fé, Ezequiel Epaminondas da Fonseca Filho, Victor Fonsêca, José Wanderley de Sá Leitão, Edgard Borges Montenegro, José Araújo Filho, José Nazareno Tavares, Osvaldo de Oliveira Amorim, Ricarte Legítimo Barbosa, José Constantino de Souza, João Cobe, dentre outros.
Entre as autoridades presentes aquele ato de fundação da CERVAL, além do Dix-zuir, compareceram os senhores Estélio Ferreira (Delegado do Ministério da Agricultura (RN), Wander Said (Diretor da Escola Superior de Agricultura de Mossoró, Prefeita do Assu Maria Olímpia Neves de Oliveira, Juiz de Direito João Meira Lima, Gerente do Banco do Brasil Abelardo Pires Maia, presidente da Cooperativa Banco Rural do Assu Francisco Augusto Caldas de Amorim, agrônomo e presidente da Comissão de Desenvolvimento do Vale do Assu (CODEVA) Edgard Borges Montenegro, representante do MEC Waldemar Raul Furolla, representante da Companhia de Eletrificação Rural do Nordeste (CERNE) Abner Waldivino de Araújo, secretário de agricultura e representante naquela ocasião do governo do Estado (Walfredo Gurgel) Cássio Medeiros, prefeito de Ipanguaçu, Carnaubais e Pendências Nelson Borges, Montenegro, Waldemar Campielo e Ivo Queiroz, respectivamente, Diretor da ANCAR-RN Fernando Barros e o gerente do Banco do Nordeste, de Natal, Antonio Tavares.
A CERVAL funcionaou primeiramente no térreo do sobrado da família Caldas e Amorim (fotografia acima), e foi seu primeiro presidente Nelson Borges Montenegro que tinha como vice Joaquim Carvalho e José Diogenes Paiva como secretário. Deram sequência a presidiram aquela cooperativa os senhores Miro Cobe, Lourinaldo Francimari da Fonseca Soares, Edmilson Lins Caldas, José Maria Macedo Medeiros e novamente Lourinaldo Francimari da Fonseca Soares (atual).
Fica mais um registro importante para os estudiosos das coisas e da História do Assu.
FONTE - BLOG DE FERNANDO CALDAS
http://blogdofernandocaldas.blogspot.com

JUSTIÇA DO TRABALHO DE ASSU

Criada pela Lei n.º 8.432 de 11/06/92

Data de Instalação: 09/10/93 Juiz Titular: LUCIANO ATHAYDE CHAVES

Diretora: Soraia Lúcia Farias de Oliveira Endereço:

Rua Vicente de Paula Filho, 138 Bairro: Novo Horizonte CEP 59.650-000 - Assu-RN Telefone: (84) 3331-1430

e-mail: vtassu@trt21.jus.br

Jurisdição: O respectivo município e os de Angicos, Campo Grande (Augusto Severo), Carnaubais, Fernando Pedroza, Ipanguaçu, Itajá, Janduís, Lajes, Paraú (Espírito Santo do Oeste), Porto do Mangue, Santana dos Matos, São Rafael, Upanema, Triunfo Potiguar.

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES  NEWS
O RN PASSA POR AQUI - A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DO RIO GRANDE DO NORTE, COM 20 BLOGS E 1780 LINS, CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR

STPM JOTA MARIA

STPM JOTA MARIA
HONESTIDADE, HUMILDADE E SINCERIDADE

Quem sou eu

Minha foto
SOU O STRR PMRN JOTA MARIA, NASCIDO NA CIDADE DE MOSSORÓ-RN.AQUI OS OESTANOS VÃO CONHECER A HISTÓRIA DOS MUNICÍPIOS DA MESORREGIÃO . OESTE POTIGUAR. TENHO O MAIOR ORGULHO DE SER MOSSOROENSE E OESTANO DO RIO GRANDE DO NORTE. SOU SOU TORCEDOR DO BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ E INTERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE

BLOGS OESTE POTIGUAR

ASSU-RN

http://img11.imageshack.us/img11/4766/assurn.gif

Minha lista de blogs